domingo, 13 de maio de 2012

Novidade de vida - Testumnho.

Destaque do Jornal Cidadania Cristã de maio de 2012

Rodrigo Luciano Dias Cavallieri, filho de Maria Aparecida Dias Cavallieri e Celso Antonio Cavallieri. Residentes em Guaira. Crescido em uma família de classe Média, educado num colégio particular, onde cresci conheci a Jesus através de ensinamentos numa igreja católica. Gostava muito de praticar esportes, jogava futsal pela cidade e aos 16 anos comecei a trabalhar e estudar, também comecei a namorar.
Quando completei  17 anos aconteceu algo que me entristeceu e não tive estrutura emocional para suportar a dor. Foi quando eu descobri que era “filho adotivo”, através de uma ex-namorada.
Pelo fato de minha família ter escondido isso de mim, não aceitei, esse trauma gerou um câncer na minha vida, pois quando não perdoamos alguém por algum motivo ficamos doentes. No momento eu nem conversei com minha mãe fiquei só investigando a minha origem. Também nesse  período comecei ingerir bebida alcoólica e fumar alguns cigarros. Tornei-me agressivo com minha família e comecei me autodestruir.
Logo  que conclui o ensino médio tentei vestibular e não passei. Decidi então, estudar em Maringá, PR, depois da aprovação dos meus pais, fui à Maringá fazer cursinho pré-vestibular. Em Maringá residi num pensionato onde conheci uma pessoa que posteriormente me incentivou a usar droga. No começo era só maconha e de vez em quando, mas logo tomei gosto pela coisa e comecei a consumir todos os dias.
Depois de dois anos depois que soube que era adotado resolvi  perguntar a minha mãe sobre o assunto, e ela me contou a história, choramos muito, mas eu já estava envenenado pelo trauma e pela droga. Acabei não passando numa Universidade Pública e comecei uma Faculdade Particular, onde cursei até meados do terceiro ano. Reconheço que tinha notas boas, mas eu não estava  mais usando apenas maconha, estava abusando da cocaína e logo depois a pasta base do crack. Não conseguia acompanhar meus estudos, faltava muito nas aulas, acabei desistindo do curso e retornando para Guaíra.
Um período de muita prostituição, droga e rock in rol. Passei  dez anos numa batalha terrível de muitas perdas,  de muita tristeza, decepções... Tirei toda alegria, esperança, confiança minha e da minha família. Saí de casa. Tornei-me um mendigo perambulando pelas ruas; por várias vezes senti a dor da morte. Várias vezes me deparei com alguém apontando uma arma na minha cara; foram 10 tentativas de internação. Foram os dez anos mais rápidos de minha vida, um período de muita tristeza; ninguém mais acreditava em mim, nem eu mesmo. Mas em 2005, recebi uma bíblia. Alguém veio me encorajar, veio me trazer uma palavra de esperança; alguém acreditou em mim e semeou a palavra de Deus. Foi muito difícil, largar aquela vida, não era só a droga, mas também a depravação moral. Contudo, aceitei Jesus, e Ele foi tratando comigo. Às vezes acho que foi lentamente, porém, me limpando, me purificando, me curando... Mas restaurando e transformando a minha vida. Ainda hoje esse processo de transformação continua, mas para a honra e a Glória do Senhor Jesus  está comigo, me dando vitória cada dia.
Queridos hoje tenho uma esposa linda, um filho lindo e uma historia totalmente diferente. Uma vida cheia de alegria, atualmente sou gerente de um Hotel, Deus tem me amparado com suas misericórdias e seu grande amor; se fosse por merecimento não estaria aqui, mas pelo seu amor divino eu tenho vida e vida com abundância.
Deus me deu carro e uma casa para morar, me deu um ministério na área da musica, uma célula para ministrar e ser ministrado, e assim com tenho orado, e buscado a presença de Jesus. Essa atitude tem marcado a vida do meu filho da minha família. Essa mudança, minha nova historia é para que todos vejam a Glória de Deus. ELE ainda é o mesmo, o mesmo que fez coisas incríveis no passado e continua fazendo em nossos dias. Basta abrir os nossos olhos e ver.
Vejo pessoas escravizadas pelo vício, pela droga, buscando dinheiro incansavelmente para alcançar felicidade, esquecendo que a verdadeira alegria está no senhor Jesus.
Graças a Deus não tenho nenhuma mágoa da minha mãe biológica, muito menos da minha mãe do coração, que me cuidou, deu todo carinho... Hoje posso entender que não sou um acidente, Deus tem um propósito especial na minha vida.... De 2005 a 2008, foi o tempo em que Deus me tirou da escravidão, já faz três  anos e dez meses que estou livre, livre para adorar ao Senhor nosso Deus...
A canção do cantor gospel Talles Roberto que fica ecoando no meu coração... Diz assim. “Junte suas forças e clame a Deus , ELE escuta o grito do seu fraco coração”.
Eu não tinha nada, e agora eu tenho vida, uma historia nova e  linda escrita pelos dedos de Deus.
Agradeço a Deus por toda obra, sou barro em suas mãos... A minha família, a mulher da minha vida, Daiane,  ao meu filho, João Gabriel  presente precioso de Deus; a minha querida Mãe Maria Aparecida, e ao meu pai Celso, que suportaram tudo e hoje podem ver a Gloria de Deus na minha vida. Ao meu querido e amado  Apóstolo Genésio que tanto semeou em minha vida e aos queridos irmãos em cristo que foram luz para mim.

4 comentários:

  1. Suas palavras tocar meu coração, uma por que são sinceras e e motivadora. Meu primo fico muito feliz por todas as conquistas que Deus semeou em seu coração, muita felicidade, prosperidade e saúde saudades.
    De seu Primo Tiago Cavalliere

    ResponderExcluir
  2. Leonardo L. Rechi Santana26 de maio de 2012 13:43

    Grande Rodrigo, te admiro muito meu caro! Sempre acreditei que um dia vc iria virar a página da vida e ser muito feliz! Que Deus abençoe vc e sua preciosa família! Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Lucas Ramos Freire27 de maio de 2012 08:17

    É Rodrigão...
    Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!!!!
    SAudades meu caro, obrigado por tudo, pelas tentativas e pela insistencia tbm!!!

    Deus abençoe e continue dando forças!!!!
    Aquele abraço!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá Rodrigo e amigos dele,
    sou um amigo que o conheceu no ano 2005 quando ele estava em tratamento em Palhoca-SC e eu trabalhando como voluntário alemao alí naquele centro, até visitando lo em Guaíra. Tentei várias vezes re-entrar em contato com Rodrigo nos anos passados mas nao achei telefone/email... Fiquei feliz achando esta notícia agora depois de tanto tempo. Se alguem ler isto aqui e quiser ajudar-me, seria muito legal. Precisaria de um endereco de email ou número de telefone atual dele. Pode mandar um email para lennart.will@gmx.de
    Obrigado e abracos, Lennart/Leonardo da Alemanha

    ResponderExcluir